Mercado Imobiliário

Quando é hora de investir no segundo imóvel?

Quem já tem residência própria, muitas vezes deixa de pensar sobre a possibilidade de adquirir um novo imóvel, mesmo que esteja procurando uma forma de investir. No entanto, a compra do segundo imóvel pode trazer muitas vantagens — inclusive financeiras.

Afinal, um novo apartamento ou casa pode ser adquirido pensando no lazer ou mesmo para atender a alguma necessidade específica, como a chegada de novos membros na família.

Para ajudar você a refletir sobre essa importante decisão, separamos alguns cenários em que pode ser interessante adquirir um segundo imóvel. Não deixe de conferir!

Ocorrer mudanças na dinâmica da família

A expansão da família é um momento importante para se investir em um segundo imóvel, pois estão chegando novos membros — filhos, genro/nora, netos — para dividir o espaço. Se for um bebê, principalmente, é preciso adaptar a residência às suas necessidades.

Se a sua casa/apartamento for pequeno, no entanto, essa adaptação fica mais difícil. Nessas ocasiões, é importante considerar a compra de um apartamento que seja maior e mais confortável. Desse modo, você evita problemas de falta de espaço ou privacidade. O segundo imóvel também pode estar atrelado às novas necessidades, como creches, escolas, morar perto do trabalho, estar próximo a metrôs, etc. 

O contrário também é válido, quando a família diminui. Se você tem filhos adultos, que saíram de casa e já estão em suas próprias moradias, evite gastos desnecessários com limpeza, conservação e reforma de ambientes que você nem usa mais. Neste caso, vale a pena trocar o apartamento por outro menor.

Desejar diversificar investimentos e obter renda

Apesar dos ciclos de alta e baixa do mercado imobiliário, o investimento em um imóvel tende a ser mais seguro, já que a população brasileira tem aumentado consideravelmente e o nosso volume de jovens ainda é alto (lembre que essas pessoas precisam morar em algum lugar).

Por isso, um bom momento para se comprar o segundo imóvel é quando você perceber que certos bairros estão começando a valorizar. Fique atentos às áreas que vêm recebendo investimentos e melhorias públicas ou que se tornaram foco de construções de grande impacto, como estádios e shoppings centers, pois elas possuem grande potencial de valorização. Para ter acesso a esse tipo de informação, acompanhe as notícias e o Plano Diretor do município.

Depois da aquisição do imóvel, pense o seguinte: até que a região fique com um desenvolvimento estável e um potencial de valorização menor, você receberá os rendimentos do aluguel. Apesar de ser um retorno, em geral, menos lucrativo do que um investimento com renda fixa, por exemplo, é um valor constante a ser recebido.

Quando o bairro estiver mais consolidado, na maioria das vezes, o ideal é a venda do bem por um valor maior do que o pago inicialmente, obtendo lucro na venda! Para entender melhor sobre a questão aluguel x venda, sugerimos que você assista a esse vídeo.

Estar próximo da aposentadoria

A aposentadoria é um marco na vida e, muitas vezes, a rotina é alterada significativamente, de modo que suas prioridades também podem mudar. Dessa maneira, quando ela estiver perto, pense sobre como será a sua vida dali para frente e quais serão suas novas necessidades de moradia.

Por exemplo, se quiser começar a viajar pelo mundo, pode ser mais vantajoso adquirir um imóvel menor para viver. Com uma moradia pequena, há menos gastos com conservação, mesmo que o imóvel passe boa parte do tempo vazio enquanto você estiver fora.

Há também pessoas que buscam mais conforto e praticidade ou praticar um novo hobby que necessite de um ateliê, por exemplo. Logo, a compra do segundo imóvel pode ser uma forma de suprir essa necessidade, tornando a vida mais tranquila e agradável.

Lembrete importante: fique atento à idade limite para financiar um imóvel. Alguns bancos têm esse tipo de restrição na hora de aprovar crédito imobiliário.

Desejar maior segurança

A segurança é algo essencial, o que torna esse fator um dos principais requisitos na hora de se avaliar a compra um imóvel — especialmente nas cidades maiores e em regiões metropolitanas. Às vezes, um bairro que antes era seguro pode se tornar perigoso com o tempo e crescimento exagerado, o que gera a necessidade de se adquirir um segundo bem em outra região.

Pesquise bastante sobre a circulação no novo bairro, se é uma região segura, bem iluminada, se o local possui estabelecimentos comerciais, etc. Uma boa dica é conversar com moradores das redondezas e comerciantes para saber mais sobre a questão da segurança a partir da perspectiva de quem já é morador/frequentador.

Além disso, buscar condomínios de apartamentos pode ser uma boa opção. Por serem planejados e com área protegida, eles costumam ser mais seguros. A vida nesses empreendimentos também se torna mais tranquila, pois têm muitas comodidades e áreas de lazer para toda a família.

Buscar uma forma de lazer

Um imóvel também pode ser um local de lazer e descontração. Aliás, é possível adquirir um apartamento em outra região para passar as férias. Dessa forma, o investimento vai ser convertido em maior qualidade de vida para você e sua família.

Se a compra for em um condomínio, você também poderá contar com diversas facilidades. Empreendimentos de luxo normalmente têm quadras de esportes, piscinas, academias completas e outras alternativas que contribuem para o bem estar da família.

Caso você decida pela aquisição de um segundo imóvel, lembre-se de considerar uma boa construtora, para que o investimento seja durável e seguro. Dessa forma, além de comprar um apartamento de qualidade, você também poderá contar com apoio da empresa para sanar dúvidas e auxiliar o comprador em diversos processos, como na possibilidade de reformas e personalização do imóvel.

Viu como algumas ocasiões são perfeitas para considerar a compra de um segundo imóvel? Quer receber mais informações como esta? Então assine nossa newsletter e fique por dentro de nossos próximos posts diretamente em seu e-mail!

O que você achou dessa matéria?