Arquitetura e Design

Pisos e tampos de bancadas: aprenda a escolher o melhor material

Está pensando em personalizar a sua cozinha ou área gourmet e não sabe por onde começar? Em alguns casos, é possível modificar a planta do apartamento para aproveitar melhor o espaço ou até investir em materiais que ofereçam qualidade e sofisticação.

Atualmente, os revestimentos para pisos e tampos de bancadas vêm marcando presença na decoração e ajudam a levar beleza para qualquer ambiente. Mas, afinal, como decidir pela peça com mais qualidade e que combine com o restante do espaço?

Para não errar, é preciso ter atenção a alguns detalhes, como a tonalidade do produto, a durabilidade e o nível de umidade do cômodo.

Quer descobrir mais? Neste artigo, você encontrará informações sobre as principais alternativas para decorar o seu apartamento da melhor forma. Confira!

Crie um visual moderno com concreto e cimento queimado

Você prefere um estilo de decoração moderno e urbano? Então, o concreto ou o cimento queimado são ótimas escolhas! Atualmente, são pisos muito utilizados em ambientes com um toque industrial ou rústico.

É um material que oferece alta durabilidade e resistência, mas o valor pode não ser muito acessível. Isto porque você deverá priorizar o concreto resinado, para diminuir a porosidade e fazer com que a superfície seja menos suscetível às manchas.

De fácil aplicação, é possível apostar nessa ideia tanto para o revestimento de bancadas, balcões e ilhas, quanto para o piso de toda área. Essa alternativa pode ser combinada com peças em cerâmica, madeira ou ladrilhos. O efeito é fantástico!

Garanta resistência com o granito

Provavelmente, você já se deparou com um item ou piso de granito, certo? Esse é um dos materiais mais famosos e um dos mais utilizados em revestimentos — internos ou externos —, em pias, balcões ou bancadas em geral. Esse produto é formado por minerais, como o quartzo, feldspato e mica, resultando em uma peça brilhante e de cores variadas.

Ao contrário do mármore, o granito apresenta baixa porosidade, sendo uma ótima escolha para ambientes úmidos ou que entram frequentemente em contato com a água. Versátil, traz texturas diferentes e você poderá escolher a mais adequada para compor o seu ambiente, de acordo com as suas preferências.

Por ser um revestimento escorregadio, o granito precisa de acabamentos especiais para a sua aplicação no piso. O flameado, o levigado e o jateado são algumas das técnicas que tornam esse material mais preparado para o uso diário.

Aposte no mármore para mais sofisticação

Assim como o granito, o mármore é uma rocha original e muito utilizada em projetos de decoração. Nas lojas especializadas, você encontrará pedras de diferentes tons, mas principalmente, em cinza, verde, amarelo, bege, marrom ou preto.

Essa opção é menos resistente do que o granito e possui alta porosidade. Por isso, seu uso é indicado em ambientes com pouca umidade ou sem riscos de entrar em contato com líquidos. Já para os pisos, prefira a aplicação em áreas com pouco fluxo de pessoas, garantindo maior longevidade para o revestimento.

O mármore possui veios, que nada mais são do que desenhos únicos, variando entre os mais delicados e os mais aparentes. Para mais equilíbrio no visual, escolha um único estilo de veio para o mesmo projeto.

Assim como as roupas que usamos, ter harmonia nas composições é essencial. Por exemplo: uma camisa estampada não combina com uma calça que tem a mesma padronagem, certo? Então, o mais indicado é o uso de peças neutras com outras estampadas. A mesma ideia pode ser aplicada para os pisos e bancadas.

Invista no clássico e opte pela madeira

A madeira é a queridinha quando o assunto é arquitetura e design de interiores. Clássico, prático e capaz de refletir aconchego para o seu espaço, o material pode ser usado em diversos cômodos e, claro, como revestimento de pisos e tampos de bancadas.

De fácil instalação — sem a necessidade de usar cimento ou água — é possível aplicá-lo em áreas molhadas, em bancadas gourmet ou em ilhas centrais. Para uma aparência mais moderna, inclua elementos de vidro ou de metal.

Em relação ao piso, o modelo mais requisitado no mercado é o laminado, já que oferece alta durabilidade e combina muito bem com qualquer composição. Você deverá optar pela tonalidade que mais se encaixa no seu projeto e com a cor do restante da mobília. 

Tenha vantagens da tecnologia com o nanoglass

Você já ouviu falar no nanoglass? Tendência na decoração, essa opção consiste em um material sintético, produzido com pó de mármore e vidro. A sua aparência é homogênea, com superfície brilhante e sem texturas.

Para a fabricação, é utilizada a nanotecnologia, que retira as bolhas de ar de toda a estrutura, eliminando, assim, a porosidade e criando um acabamento bem refinado. A manutenção é simples e você não terá problemas de absorção de líquidos ou manchas. Resistente, esse produto pode ser aplicado em bancadas de cozinhas, churrasqueiras, áreas gourmet e em pisos.

O nanoglass é produzido na tonalidade branca e é a opção certa para quem gosta de colorir o restante do espaço. Com os pisos e tampas de bancadas com tonalidades neutras, é possível adicionar cores intensas nas paredes ou em peças decorativas. 

Use o porcelanato para mais versatilidade

Muito utilizado nas famosas cozinhas americanas, o porcelanato é ótimo para ser aplicado em qualquer tipo de decoração. O que vale é investir na criatividade e no bom gosto!

Sua principal aplicação é como piso, esse produto é uma cerâmica resistente e produzida em diferentes tamanhos e texturas. Há opções que imitam o mármore e outras que são idênticas à madeira, para quem quer a praticidade de um piso frio, mas sem perder o charme de um elemento natural.

É possível decidir entre as peças com ou sem brilho, acabamento reto ou curvo e tratamentos de proteção contra riscos e manchas. Para o uso em bancadas, é importante que o produto tenha boa qualidade e seja resistente a altas temperaturas.

Inove com o moderno limestone

Você deseja uma pedra moderna, mas que, ao mesmo tempo, tenha características naturais? O limestone é um mineral calcário bruto, polido, importado e, ao contrário do porcelanato, apresenta uma aparência aveludada e sem brilho.

Esse material é usado em projetos para áreas internas, estando presente em paredes, pisos e tampos de bancadas. Mesmo com alta porosidade, devido à sua origem natural, o limestone pode passar por alguns tratamentos de impermeabilização, tornando-se viável para o uso em espaços que tenham contato com água.

Quando instalado na cozinha, deverá ter manutenção periódica, a fim de evitar a deterioração precoce. Nas bancadas, consegue criar um efeito incrível e inovador, já que não possui emendas no acabamento. 

Escolha o corian para ter um revestimento completo

Lançado nos Estados Unidos na década de 1960, o corian é um material nobre e perfeito para valorizar a decoração. Composto por uma mistura de pedras naturais e polímeros de acrílico, não possui emendas aparentes e pode ser moldado sempre que exposto a temperaturas acima de 165°C. Isso faz com que esse produto possa revestir com facilidade os modelos de móveis curvilíneos.

Ao todo, são 24 cores disponíveis, mas a branca costuma ser a predominante nos projetos. Muito resistente, o corian não desenvolve manchas, não lasca e está livre do perigo de arranhões. A sua aparência pode permanecer intacta com o passar dos anos, fazendo com que esse material substitua revestimentos em granito, mármore ou aço.

Mesmo com um valor mais elevado, as vantagens são inúmeras e você poderá realizar um verdadeiro investimento de luxo. Utilize essa peça em balcões, bancadas, tampos ou no piso. O visual é encantador!

Considere contratar os serviços de um profissional

Após conhecer as principais opções e identificar qual é a ideal para personalizar o seu apartamento, que tal considerar contratar os serviços de um profissional da área? Assim, você terá mais facilidade de analisar a planta, planejar e decorar o ambiente da melhor forma.

Um profissional de arquitetura ou design de interiores é responsável por priorizar pontos essenciais do projeto — como a estética, o conforto, a funcionalidade e a praticidade.

Além de adaptar o layout conforme as suas necessidades, um decorador poderá indicar uma boa estrutura de iluminação, a disposição correta da mobília e a paleta de cores ideal. Ótimas vantagens, não é mesmo?

Gostou das nossas dicas sobre como escolher o melhor material para pisos e tampos de bancadas? Aproveite a oportunidade e entre em contato. A Cyrela tem opções de apartamentos com acabamentos diversos e de qualidade.

O que você achou dessa matéria?