fbpx

Como usar arandelas na decoração do quarto [+ exemplos de peças inovadoras]

O quarto é um ambiente da casa projetado para nos receber bem naqueles momentos que precisamos descansar, nos recolher e ficar em privacidade. É claro que, por isso, menos atividades serão executadas no local. 

Mas não quer dizer que não possamos adaptar alguns cantos do cômodo para atender situações especiais da nossa vida, como produção de looks e estudo. E, para isso, devemos realizar um bom planejamento de decoração de quarto.

Para começar, devemos imaginar o que é necessário para que possamos nos sentir bem dentro deste ambiente em diversos horários do dia. 

Especialmente à noite, vamos precisar acender as luzes, clareando o suficiente o cômodo para que se possa circular com segurança em torno dos móveis. Luminárias principais forneceram uma luz suave e difusa, tornando o ambiente cálido e confortável; e luminárias de luzes focais.

Mas por que uma iluminação mista, com luzes indiretas e diretas ao mesmo tempo? Bem, é justamente para atender todos os desejos de atividades dos usuários do próprio cômodo. 

Por exemplo, assistir televisão, realizar a leitura de um livro, tomar café de manhã na cama enquanto aprecia a vista da janela, e mais. E na lista de aparelhos de iluminação previstos para a produção do local poderão estar também as arandelas. Saiba mais.

Larissa Franco Arquitetura

O que são arandelas, afinal? 

Antes de falar sobre a utilização das arandelas em decoração de interiores, devemos esclarecer o que são esses aparelhos e como são utilizados em iluminação de ambientes. 

Primeiro você precisa saber que há diferentes tipos de luminárias e que elas, de um modo geral, são classificadas de acordo com a sua instalação. Existem aparelhos que são fixados no teto, outros que ficam sobre bancadas e pisos, e as luminárias de parede.

Pois então, agora as arandelas são um tipo de luminária de parede. Elas podem ser chamadas também de apliques. Geralmente fornecem uma luz difusa, assumindo um papel secundário no plano de iluminação. 

Ela acaba atuando como pano de fundo para a decoração, fazendo com que certas áreas do ambiente ganhem destaque e o cenário como um todo pareça mais confortável e requintado.

MODI Arquitetura e Interiores
Studio Novak

Quais são os tipos de arandelas?

Em lojas de artigos para casa, pode-se encontrar vários modelos diferentes de arandelas, em materiais e formatos distintos. Essa variedade está relacionada com o desejo e a necessidade de combinar essas peças com diferentes modelos de decoração. 

Além do mais, algumas são projetadas para o uso em áreas externas e outras para áreas internas – sobretudo hall de entrada, salas, banheiros e quartos.

Como dissemos antes, as arandelas são apliques de parede. Sua instalação depende de vários itens adicionais, como parafusos. 

Uma espera de eletricidade ligada a um interruptor deve ser deixada no local desejado para a colocação da luminária. E os parafusos, então, são presos a uma caixa dentro da parede, onde estão os fios dos conduítes de luz – fios de cor preta e branca.

Dos principais modelos de arandelas vendidos nas lojas, a peça mais comum é aquela em formato de cúpula – podendo criar diferentes efeitos de iluminação. Contudo, existem os aparelhos que conseguem fazer o direcionamento da luz criando um efeito mais simples. Tais luminárias podem orientar a visão das pessoas em percursos ou clarear zonas especiais, facilitando certas atividades dentro do ambiente.

Para as decorações rústicas, têm-se as arandelas em estilo colonial. Num visual mais clássico, as arandelas em formato de cúpula e as com pingentes de cristal; ou neutro, as arandelas em formato cilíndrico ou em cubo. 

E, para propostas mais modernas, as arandelas em estilo retrô, arandelas gotas, com cúpula em aramado diamante, com design Zig Zag, feitas de madeira, metalizado em Rose Gold, e outras mais.

Larissa Franco Arquitetura e Condecorar Arquitetura e Interiores
Luciano Medrade Moraes e MORAR MAIS POR MENOS GOIÂNIA 2017
Revista Viva Decora e Traci Morris
CASAon CASAon

Dica para usar arandelas na decoração de quadro

Agora precisamos falar sobre qual o ponto das decorações de quarto que geralmente leva a instalação de uma luminária de parede. 

Bem, é claro que, em se tratando de decoração de interiores, não existem regras fixas que definam qual o melhor local para a colocação de apliques de iluminação. Mas, analisando os exemplos de projetos na Internet, você verá que é costume dos projetistas utilizar arandelas em substituição aos tradicionais abajures.

Neste caso, as arandelas poderiam ser instaladas uma de cada lado da cama, em uma altura aproximada de 1 m do chão. Ou até mesmo acima do nível da cabeceira, a 1,10 m até 1,70 m do chão – talvez em sequência, num conjunto de 3 a 4 peças. E mais uma alternativa é marcar a verticalidade de um painel instalado nas laterais da cama, com várias arandelas pontuando a altura da cabeceira até próximo do teto.

Laura Santos
Cris Bocalão

Dependendo da intenção do projeto, essa arandela pode apenas jogar faixas de luzes para baixo e para cima. Ou, se a ideia é utilizar este acessório para auxiliar nos momentos de leitura, então o modelo dessa luminária pode apenas fornecer uma luz focal – melhor ainda se a sua estrutura for articulada. 

Lembrando que as arandelas no quarto, além de funcionais, também serão um dos focos da atenção da decoração, precisando ter um design especial.

Por isso, escolha com cuidado as suas!

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.