Arquitetura e Design

Guia prático sobre o que avaliar antes de instalar uma churrasqueira em seu apartamento

22/02/2018

Se você ama um bom churrasco, provavelmente, já desejou ter uma churrasqueira, certo? Há alguns anos, implantar esse equipamento no próprio lar era um privilégio exclusivo de quem morava em casas e possuía um amplo quintal.

Com o passar do tempo, porém, muitos profissionais de arquitetura descobriram caminhos que possibilitam a instalação de churrasqueiras e coifas em apartamentos. Mas para deixar o seu espaço incrível — e sem problemas com a estrutura ou com o próprio condomínio —, é importante seguir algumas dicas antes de integrar esse item ao ambiente.

Ficou interessado? Acompanhe nosso post sobre o assunto, recheado de dicas exclusivas para você!

Quais sãos os modelos mais adequados para apartamento?

Quando o assunto é churrasqueira e coifa no apartamento, existe uma grande diversidade de modelos no mercado. Contratar uma empresa especializada no ramo, sem dúvidas, facilita muito na hora da instalação, além de minimizar riscos que poderiam comprometer a estrutura do imóvel.

Para fazer a melhor escolha, conheça um pouco sobre os principais tipos de churrasqueiras!

Churrasqueira a gás 

Ideal para espaços sem tubulação de saída de fumaça, esses modelos são produzidos em aço inox e podem ser acesos de modo automático. A vantagem é que o equipamento não gera fuligem e assa a carne de maneira mais rápida e uniforme, pois a temperatura é constante.

É um tipo ideal para apartamentos, mas alguns prédios não permitem a instalação de equipamentos que usam gás nas varandas. Por isso, é fundamental conferir o Regulamento Interno do condomínio antes de adquirir o produto.

Churrasqueira elétrica

São modelos mais indicados para apartamentos de metragem reduzida. Pode ser integrada em áreas construídas especialmente para essa finalidade – muito comuns nas varandas ou espaços gourmets dos imóveis mais novos – ou, no caso das compactas, pode ser usada em uma bancada dentro do apartamento.

Essa churrasqueira é recomendada para uma confraternização com poucas pessoas e possui uma bandeja específica para a gordura, o que facilita na hora da limpeza e manutenção. Outra vantagem é que ela produz pouca fumaça, sendo ideal para ambientes internos.

Churrasqueira a carvão

As churrasqueiras de alvenaria são os modelos maiores e mais tradicionais. Elas são construídas com material térmico, podem ser erguidas em blocos montados (mais comum) e apresentar coifa embutida na estrutura.

Se o seu apartamento não foi construído com essa opção, será necessária uma reunião com os outros condôminos para decidir sobre a instalação desse item, pois pode envolver investimento em uma estrutura no prédio inteiro para a saída da fumaça.

Churrasqueira ecológica

Este modelo dispensa coifas, dutos e exaustão! Isso é possível pois sua principal característica é a ausência de fumaça.

Funciona da seguinte maneira: diferente dos modelos anteriores, o carvão é colocado em um espaço específico nas laterais, de modo a envolver a grelha e os espetos. Assim, o consumo de carvão é menor, pois além de conservar calor, o direciona para o churrasco e não para o ambiente!

Abaixo da grelha e dos espetos há uma bandeja coletora que recebe a gordura do churrasco, evitando o acúmulo de sujeira e a produção de fumaça (já que a gordura não pinga no carvão quente).

Em quais pontos devo ter atenção antes da instalação?

Alguns pontos são fundamentais para evitar problemas futuros, seja na estrutura do local ou em relação ao condomínio. São eles:

Tamanho

O primeiro fator a ser analisado é em relação ao tamanho e ao modelo do equipamento. Nesse caso, você deverá encontrar a solução ideal para aproveitar o espaço da melhor maneira. Afinal, de nada adianta instalar uma churrasqueira que fique grande demais e impeça a circulação das pessoas, não é mesmo?

Para encontrar o melhor tamanho, analise a sua necessidade de uso e a quantidade de convidados que costumam frequentar a residência.

Estrutura

Verifique o local onde você deseja instalar a churrasqueira. É possível integrar o equipamento dentro de casa, na varanda ou na área gourmet.

Aqui, a sugestão é encontrar a melhor solução para não incomodar os vizinhos. Inclusive, esse é o momento certo para você considerar a instalação da coifa e evitar problemas com a fumaça. Caso a peça seja instalada dentro do apartamento, use uma coifa para o fogão e outra para a churrasqueira.

Com a ajuda de um profissional especializado, você deve verificar se o edifício está preparado para receber o equipamento! Diversos itens essenciais como quantidade de energia disponível no quadro de luz, saída para a coifa na fachada do prédio para cada apartamento, entre outros, garantirão a segurança de todos. A Convenção de Condomínio e o Projeto Executivo da obra serão seus melhores amigos nesse momento!

Regras do condomínio

Converse com o síndico do prédio antes de investir na instalação de uma churrasqueira. Além disso, releia o Regulamento Interno e confira todas as regras relacionadas ao assunto. Assim, você elimina a chance de ter problemas com a vizinhança e evita dores de cabeça.

Só a churrasqueira basta?

Com a estrutura pronta, outras peças podem ser adicionadas ao espaço para garantir a funcionalidade do ambiente. É importante contar com uma bancada para apoio, além de gavetas e estantes para guardar os materiais do churrasco. 

Também não podemos esquecer da importância da coifa ou depurador (caso não haja saída do duto na fachada, essa pode ser uma alternativa) – além de deixar a área mais sofisticada, é fundamental para manter o local livre da fumaça. A maioria dos modelos é produzida em aço inox e apesar da instalação ser muito simples, é importante contar com um profissional de sua confiança para garantir o funcionamento correto do equipamento.

Independentemente da sua escolha, lembre-se de consultar sempre a Convenção de Condomínio, o Projeto Executivo do seu apartamento e contar com o apoio de uma empresa especializada na hora de iniciar a obra. Pensando nesses pontos, você terá um ambiente perfeito sem comprometer a segurança do edifício!

E então, o que achou do nosso post sobre churrasqueiras? Para receber mais conteúdos como este em primeira mão, assine já a nossa newsletter!

Você também pode gostar