fbpx
DICAS

Coifa, depurador ou exaustor: qual pode deixar sua cozinha mais charmosa?

21/09/2020
coifa depurador ou exaustor

Quem gosta de fazer as próprias refeições, preparar a comida da família e reinventar receitas sabe que é inevitável: sempre surgem diferentes odores ao fritar, grelhar, cozinhar ou mesmo ferver algo. A questão é que quando esses cheiros (muitas vezes incômodos) se espalham pelo ambiente e até invadem outros recintos.

É nesse momento que que muitas pessoas resolvem instalar um aparelho que filtre o ar. Porém, qual deles escolher: coifa, depurador ou exaustor?

Pensando nessa dúvida que deixa tanta gente indecisa, preparamos um post para ajudar você a entender as diferenças de cada modelo e chegar a um veredito sobre qual deles é a melhor opção para o seu lar. Acompanhe!

Qual a diferença entre coifa, depurador ou exaustor?

É normal ficar confuso e temer não fazer a melhor escolha. Afinal, são muitos equipamentos diferentes disponíveis no mercado! Para completar, nem todo mundo tem um deles em casa ou conhece as particularidades e vantagens de cada peça.

Por isso, vamos por partes, combinado? O primeiro ponto que você deve saber é que todos esses produtos têm uma mesma finalidade: reduzir a presença de odores, fumaças e vapores na cozinha e, consequentemente, no resto da casa.

Contudo, há aqueles que têm funções secundárias, além de diferenças no funcionamento, no design e na instalação. Abaixo, você vai ficar por dentro desses detalhes. Veja!

Depurador

Começamos pelo depurador, que é um modelo bastante tradicional no mercado brasileiro. O design dele é facilmente reconhecível: retangular e com cerca de 60 a 80 centímetros de comprimento e não mais que 10 centímetros de altura. Ele precisa sempre ser instalado sobre o fogão ou o cooktop.

O depurador funciona apenas quando ligado, promovendo uma verdadeira purificação do ambiente enquanto você cozinha. Para isso, ele absorve o ar abaixo dele, o que leva a fumaça, o vapor e a gordura produzida (e exposta) para dentro do filtro dele.

Nesse espaço, é realizada a separação do ar das demais impurezas, fazendo, assim, com que ele seja liberado sem odores ou presença de outros elementos. Porém, como ele contém filtros, é preciso fazer uma manutenção frequente no aparelho para substituí-los por novos. Afinal, quanto mais se cozinha na sua casa, mais rapidamente eles ficam sujos e com o funcionamento comprometido.

Exaustor

O exaustor, por sua vez, é um pouco distinto. Começando pelo formato dele, que pode ser quadrado ou circular, enquanto, internamente, ele conta com hélices que lembram muito um ventilador. Quanto ao tamanho, os modelos domésticos variam de 20 a 50 centímetros.

Esse aparelho pode ser instalado em qualquer parte da cozinha, sendo recomendado que ele fique na maior altura possível. É por isso que muitas pessoas o posicionam na parte superior das paredes ou, até mesmo, no teto. No entanto, uma dica interessante: em cozinhas muito espaçosas, o mais recomendado é que ele esteja próximo do fogão ou cooktop para garantir para um resultado mais eficiente. 

Vale mencionar que o exaustor demanda que seja feito um duto que o conecte a uma área externa, onde ficará a saída de ar. Em outras palavras, esse produto fica, simultaneamente, dentro e fora do seu imóvel.

Ele funciona de forma contínua quando ativado. Basicamente, o que ele faz é puxar o ar quente do cômodo — aqui, incluímos tanto o vapor quanto a fumaça —, transferindo-o por dentro dele para o ponto de saída externo (por isso que é tão importante o duto). Com isso, o espaço fica sem odores e, de quebra, com uma temperatura mais agradável.

Porém, é importante ter em mente que o exaustor não filtra o ar nem remove a gordura presente nele. Portanto, fique atento: se for a gordura a responsável pelo cheiro incômodo na cozinha, o problema não vai ser resolvido, infelizmente.

Coifa

Por fim, chegamos à coifa que, nos últimos anos, tem sido lançada em modelos cada vez mais modernos e elegantes. Ela é aquele aparelho no formato de “T” invertido, em que a base é retangular e há sempre a presença de uma coluna. O comprimento dela fica entre 60 e 80 centímetros, enquanto a altura gira em torno de 40 a 60 centímetros.

Entre os três equipamentos citados aqui, ele é, certamente, o mais complexo. Isso se deve ao fato de que a maioria dos modelos trazem não só uma função, mas sim, duas. Eles podem funcionar no modo depurador ou no modo exaustão conforme a sua vontade, cumprindo o mesmo trabalho que os aparelhos concorrentes. Bem interessante, né?

É por conta disso que a instalação da coifa também exige a presença de um duto (para expulsar o ar quente) e precisa ser feita sobre o fogão ou cooktop (para purificar o ar sobre ele), seja ele colocado junto aos armários, seja ele inserido em uma ilha no meio do ambiente.

Como escolher a melhor opção?

Para escolher o melhor equipamento entre coifa, depurador ou exaustor, você deve levar em conta as especificidades de cada um e a capacidade deles de lidar com os problemas gerados por vapores, odores e gordura. Outro ponto interessante a se considerar é a dimensão da sua cozinha.

Se o local é compacto e até a mobília é reduzida para ganhar espaço, o ideal é investir em uma opção que não vai poluir visualmente o cômodo, ter a instalação dificultada e o principal: ocupar uma área muito grande — que poderia ser usada, por exemplo, para nichos, prateleiras ou até armários suspensos.

Qual pode deixar sua cozinha mais charmosa?

“Já sei as diferenças entre as três opções de aparelho. Porém, qual delas vai valorizar e deixar mais charmosa a decoração da cozinha do meu lar?”, você deve estar pensando. Por isso, saiba que as coifas têm se destacado quando o assunto é design de interiores, justamente, por conta do que falamos: o visual moderno e elegante que elas têm e possibilidade de funcionamento em dois modos.

Para completar, elas são bastante versáteis esteticamente. Isso permite que sejam inseridas em cozinhas com diferentes tipos de décor, do escandinavo ao oriental.

Como você leu, a decisão entre coifa, depurador ou exaustor deve ser feita com sabedoria, sempre levando em conta não só aparência, mas funcionalidade, instalação e eficiência. Por isso, leia e releia este post para tomar todas as notas necessárias e avaliar qual dos três equipamentos se encaixa melhor na decoração do seu apartamento.

Já que falamos bastante sobre cozinha, que tal você aprender como deixar esse ambiente personalizado e com um visual gourmet?

Você também pode gostar

Leave a Comment