Arquitetura e Design

4 dicas para contratar um bom arquiteto para sua reforma

16/01/2020
contratar arquiteto

Você acabou de se mudar para um apartamento novo e, agora, está pensando em contratar um arquiteto para reforma? Então, saiba que veio ao lugar certo. Neste post, vamos dar algumas dicas sobre como encontrar o melhor profissional do mercado e deixar o seu lar ainda melhor!

Sair em busca de bons especialistas nem sempre é tão simples assim. Em meio a tantas opções no mercado, é normal que surjam algumas dúvidas, sobretudo quando temos planos específicos para o imóvel, como criar um cômodo novo ou apenas fazer com que a obra saia exatamente de acordo com o nosso gosto.

Ao investir no arquiteto adequado, será possível cumprir essa tarefa dentro do prazo, além de garantir um ambiente completamente personalizado, confortável e, acima de tudo, funcional.

Agora, quais são as dicas que devem ser seguidas ao longo do processo? Caso ainda não tenha um bom profissional para auxiliar na realização desse sonho, continue conosco e anote as nossas recomendações. Temos certeza de que elas farão toda a diferença na sua tomada de decisão!

1. Pesquise bem

Ter um apartamento decorado é o sonho de boa parte da população. Além de serem belíssimos, esses espaços são desenvolvidos com base nas necessidades dos moradores e, portanto, conseguem proporcionar um dia a dia mais prático e agradável.

E a primeira recomendação para contratar um arquiteto e acertar na escolha é pesquisar bastante. Assim como em outros nichos, o mercado da arquitetura conta com inúmeros profissionais — o que pode causar uma certa insegurança ao longo dessa missão. Por isso, é importante levantar alguns nomes renomados do setor e, se possível, pedir indicações a outras pessoas que já passaram por essa experiência.

Com as indicações em mãos, considere analisar os depoimentos de clientes nas redes sociais ou, inclusive, no próprio Google. Verifique ainda o currículo do profissional, no qual você poderá checar formação e experiência e se ele está devidamente registrado no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU). É um cuidado que vale a pena!

2. Verifique o estilo do arquiteto

Não adianta escolher o melhor arquiteto da cidade se, no fim, o especialista não conseguir entregar uma obra dentro do estilo desejado por você. Para evitar que esse tipo de situação aconteça, a melhor saída é conferir, previamente, o perfil do profissional em questão.

Como essa etapa pode ser concluída? Simples! Analisando os seus trabalhos anteriores. Atualmente, existem profissionais focados em variados estilos arquitetônicos, que vão desde obras clássicas e repletas de detalhes rebuscados até outras modernas, com toque urbano e minimalista.

O ideal é ter em mente o seu perfil e sair em busca de arquitetos especializados no ramo. Tal atenção é fundamental e deve ser considerada desde o início do seu planejamento. Caso contrário, você correrá o risco de sofrer um desgaste desnecessário causado por uma grande divergência de perfis.

3. Veja se o profissional é flexível

Para alcançar o sucesso, todo trabalho precisa de um pouco de flexibilidade. E ao contratar arquiteto, isso não seria diferente. Se a ideia é evitar dor de cabeça, converse com o profissional e verifique se ele é flexível em relação aos prazos, ao valor dos serviços e, inclusive, a respeito do projeto em si.

Seguindo esse raciocínio, é de extrema relevância que, ao longo do planejamento, você deixe claro as suas necessidades e os seus desejos, fazendo com que o especialista possa refletir e ter tempo para apresentar soluções eficientes à sua demanda.

4. Considere o valor dos serviços

Antes de finalizar, não poderíamos deixar de mencionar a relevância do orçamento durante esse processo. Após definir as suas prioridades, lembre-se de estipular um valor a ser gasto para o projeto. Essa quantia é essencial para que o arquiteto escolhido tenha ideia de quanto poderá gastar em cada fase das obras e, inclusive, qual será o seu limite de uso para que ninguém fique no vermelho.

Atenção: tal valor deve servir para cobrir os serviços mais básicos das obras. Caso ainda não tenha o orçamento necessário para realizar todos os seus desejos, aproveite para poupar bastante e somente contratar o arquiteto quando estiver financeiramente seguro. Assim, o profissional terá liberdade de escolher os melhores materiais e contratar a melhor mão de obra para colocar o seu desejo em prática. Pense nisso!

Viu só? Ao seguir essas dicas, fica fácil contratar arquiteto e fazer com que o seu imóvel se torne perfeito para toda a família!

E se gostou do post e deseja se aprofundar em outros temas relevantes, aproveite para descobrir tudo sobre a decoração com papel de parede!

Você também pode gostar