fbpx
Arquitetura e Design

Como é o estilo de decoração escandinava? Confira

10/09/2020
decoração escandinava

Quem conhece o lifestyle dos países escandinavos (Suécia, Noruega e Dinamarca) se encanta. No livro O segredo da Dinamarca, a autora Helen Russell conta que uma das formas para viver como seus habitantes é dar atenção à estética, tornando os ambientes os mais bonitos possíveis. Não à toa, a decoração escandinava conquistou fãs pelo mundo todo. Nela, tudo é planejado para promover mais aconchego e bem-estar!

Neste artigo, mostramos como compor o lar segundo este estilo. Inspire-se e deixe seu apartamento com uma estética atual, elegante e, acima de tudo, agradável!

O que é a decoração escandinava?

A decoração escandinava é o estilo usado pelos povos nórdicos para compor seus lares. Apesar de ser muito aconchegante, ela dispensa excessos e prima pelo bom uso dos espaços e pela luminosidade.

Seguindo as regras do minimalismo, todos os elementos devem ter uma função e ser de qualidade. Isso resulta em ambientes práticos e, ao mesmo tempo, confortáveis, sem nunca perder a conexão com a natureza.

Os objetos ideais são os que unem o moderno e o tradicional. Tecnologias são muito bem-vindas, mas sempre com um visual clean — de preferência, com linhas retas e acabamentos discretos. Nos móveis, ergonomia e design são inseparáveis.

Como surgiu a decoração escandinava?

A decoração escandinava surgiu nos países do norte europeu, no início do século XX. Basicamente, ela proporciona o aconchego necessário ao clima frio e reflete a cultura dessa região.

Seus primeiros registros aparecem nas pinturas do artista sueco Carl Larsson. A casa onde ele vivia com sua família, aliás, tornou-se referência no estilo.

Atualmente, o décor escandinavo é um dos preferidos de arquitetos e designers de interiores, ganhando versões que se adaptam às diferentes realidades climáticas. No Brasil, por exemplo, os tapetes e mantas pesados (feitos em lã crua ou peles de animais) dão lugar a modelos mais leves, mas sempre com matérias-primas naturais e tons neutros.

Como é feita a composição dos ambientes?

Na decoração escandinava não podem faltar materiais clássicos e elegantes. Confira alguns dos itens essenciais a seguir.

Móveis de madeira

No estilo escandinavo, a madeira deve manter seu tom natural ou ser envelhecida. Ela aparece na mesa de jantar, nas bancadas e em armários.

Para economizar, o uso de um ou outro móvel de pallet (como o sofá ou a cama) é permitido. O material ajuda a dar um toque mais rústico aos ambientes e vai de encontro à questão da sustentabilidade — bastante valorizada nos projetos de interiores com esse estilo.

Pisos e paredes neutras

Os pisos podem ser de madeira ou de materiais que a reproduzam, como porcelanatos de grandes formatos. A tradicional técnica de cimento queimado (ou porcelanatos similares) também combina com o estilo.

Em relação à pintura das paredes, deve-se privilegiar os tons neutros. O branco não só pode, como deve, predominar nos ambientes.

Os pontos de cor seguem a mesma paleta neutra, explorando, principalmente, tons de cinza e preto. Para deixar os cômodos mais charmosos, pode-se, por exemplo, pintar as portas nessas tonalidades.

Pontos de cor

Para dar vida aos ambientes, o décor escandinavo permite alguns pontos de cor. As tonalidades mais recomendadas são as gamas de azuis, rosas-claros e marrons, por conversarem bem com esse estilo.

Essas cores podem aparecer em peças de design, como luminárias, ou em almofadas básicas. Já para dar mais personalidade a algum cômodo, pode-se usar um móvel colorido, como os que seguem o estilo de decoração vintage.

Folhagens

Plantas fazem bonito em qualquer tipo de decoração. O diferencial no estilo escandinavo é que elas, muitas vezes, aparecem em vasos de cimento, os quais são neutros e elegantes.

Outra maneira de explorar o verde, principalmente em apartamentos pequenos, é pendurar vasinhos com ervas no teto. Já para quem tem varanda, é possível criar um jardim vertical com espécies variadas!

Tecidos naturais

Na decoração escandinava não podem faltar colchas, mantas e tapetes. Mas nada de materiais sintéticos. Tapeçaria e roupas de cama devem ser de tecidos naturais, como o algodão.

Quadros e pôsteres

Paredes brancas pedem belas obras de arte. Na proposta escandinava, vale usar um conjunto de pequenos quadros com tons semelhantes ou um único pôster mais amplo. Porém, eles devem seguir algumas regras:

  • ter molduras simples;
  • estar bem posicionados;
  • ter estampas geométricas, gráficas ou que remetam à natureza;
  • conter frases motivadoras ou divertidas em tipografias simples;
  • conversar com o décor do restante do ambiente.

Cabeças de animais

Esculturas com cabeças decorativas de animais (principalmente de alces) têm a cara desse estilo. Geralmente, as peças são feitas em MDF ou gesso e penduradas nas paredes.

Como usar essa inspiração no Brasil?

Como dito, o importante é se inspirar na decoração escandinava, adaptando-a ao clima de cada região. No Brasil, materiais muito quentes devem ser substituídos por outros mais leves, mas que mantenham o aspecto acolhedor.

São exemplos de composições que seguem essa proposta:

  • algum móvel vintage e acessórios em cores delicadas (como verde, rosa e azul pastel);
  • móveis rústicos (em madeira de demolição, por exemplo) e objetos em tons de azul;
  • uma bancada de mármore e uma ou mais luminárias pendentes (feitas em metal cobre ou rosé gold);
  • algumas banquetas em metal e uma luminária de chão com linhas retas ou lâmpadas penduradas por fios propositadamente aparentes;
  • uma mesinha de centro feita de pallets e almofadas e mantas decorativas em crochê ou tricô (em tons neutros).

Como o décor escandinavo melhora a vida?

Fora o conforto característico, seu conceito minimalista e despretensioso facilita o dia a dia. Afinal, não há acúmulo de objetos para comprometer a organização e dificultar a limpeza.

Além disso, os ambientes bem iluminados e arejados, quase sempre repletos de plantas, aumentam o bem-estar dos moradores. Isso sem falar nos objetos tecnológicos e funcionais, que tornam a rotina mais simples.

Todos esses fatores impactam, positivamente, na qualidade de vida dos moradores. Somados, eles ajudam a entender porque quem adere a esse estilo não se arrepende. Ao misturar diferentes texturas e tonalidades neutras, com toques de cor para alguns contrastes pontuais, a decoração escandinava proporciona tudo o que é preciso para viver da melhor forma possível!

Gostou do artigo? Se você admira o estilo escandinavo, aproveite para ver como explorar elementos artesanais no lar!

Você também pode gostar