fbpx
ART & DESIGN

Como criar harmonia entre piso e revestimento das paredes

12/12/2019
harmonia entre piso e revestimento das paredes

Na fase de acabamento de reformas ou construções, combinar piso e revestimento é um dos desafios. 

A grande quantidade de opções pode deixar os proprietários inseguros e indecisos, e a harmonia nas escolhas é fundamental.

Hoje em dia, os revestimentos para pisos e paredes são muito mais sensíveis, com diversas opções de cores e texturas

Na hora de comprar, a escolha tende a ser desafiadora, por isso a consultoria de um profissional da área pode ser extremamente útil.

Com o acompanhamento de um arquiteto ou designer de interiores é possível elaborar um projeto, atentando-se para as necessidades do cliente e do espaço. 

Afinal, com as escolhas corretas é possível transmitir as sensações desejadas. Para isso, é fundamental muita pesquisa em busca de soluções e tendências.

Entretanto, o importante é saber realizar um estudo de composição, incluindo todos os detalhes dos ambientes, desde os revestimentos até a iluminação. 

A harmonia na decoração deve envolver as cores, materiais e texturas. O resultando é um ambiente agradável e bonito, de acordo com os gostos do proprietário do imóvel.

Combinando cores

harmonia entre piso e revestimento das paredes

A harmonização em cores não significa o uso da mesma cor ou a aplicação de “tom sobre tom”. Ao invés disso, é preciso utilizar os contrastes, acrescentando personalidade aos cômodos e usando a neutralidade, ou no chão, ou na parede.

De uma maneira geral, as cores mais quentes remetem ao aconchego e estabilidade. Tons de vermelho, laranja, amarelo e marrom podem ser usados em ambientes que concentram a circulação de pessoas, como salas, cozinhas ou até ambientes comerciais.

Os pisos e revestimentos de cores quentes ficam bem, tanto no chão quanto nas paredes. Uma ideia é criar uma composição entre eles. 

É possível usar faixa de cerâmica para cozinha, por exemplo, em um tom forte e quente, contrastando com os revestimentos ou móveis de cor clara.

Já os as cores frias, como tons de azul, verde ou cinza, entre outras, têm propriedades mais calmantes. 

O ideal é o uso em espaços com menor circulação de pessoas e mais tendência ao relaxamento, como quartos ou banheiros. 

Também é o caso de espaços reduzidos, em que as cores frias e claras dão certa amplitude, especialmente com a luz natural.

No caso do branco, é a cor ideal para passar um aspecto de higiene ou pureza. 

Além disso, a instalação de piso vinílico branco, ou em uma cor bem clara, pode ser a escolha certa para espaços pequenos ou pouco iluminados. Também pode combinar com diversas opções de cores para as paredes.

Já a cor preta é mais recomendada para ambientes com um espaço amplo, proporcionando bastante estilo e elegância.

Combinando tipologias e texturas

harmonia entre piso e revestimento das paredes

Além dos contrastes de cor entre chão e paredes, também é possível combinar cores e materiais com diferentes acabamentos e texturas. 

Para as paredes, algumas da opções são:

  • Papéis de parede ou tecidos diversificados;
  • Madeira ou materiais que imitam madeira;
  • Porcelanatos, cerâmicas, pastilhas ou ladrilhos hidráulicos;
  • Massa texturizada e pintura;
  • Materiais naturais, como bambu ou fibra de coco;
  • Pedras, mármore ou granito;
  • Painéis 3D, com diferentes tipografias.

Para os pisos, as opções são ainda mais diversificadas passando pelas cerâmicas, porcelanatos, laminados de madeira, granito ou mármore, piso vinílico durafloor, entre outros. 

É válido uma pesquisa aprofundada sobre cada uma das escolhas, para garantir que a instalação será adequada para o espaço.

Geralmente, as peças mais lisas e brilhantes facilitam a limpeza, mas podem não ser recomendadas para áreas molhadas, como cozinha e banheiros, por exemplo.

No caso de pisos amadeirados, recomendados para salas e quartos, um grande benefício é a sensação de conforto e a durabilidade, proporcionada especialmente pelas madeiras maciças. 

Tacos ou assoalhos podem ser claros ou escuros, com diversas opções de tratamentos, como o clareamento de piso de madeira.

A mistura de revestimentos no chão e paredes com diferentes tipologias é bastante válida e confere originalidade aos espaços, apesar de demandar algum cuidado na composição. 

As possibilidades são infinitas, fogem do tradicional e harmonizam o ambiente.

Pisos e revestimentos nem sempre precisam seguir o mesmo padrão para que o resultado seja um ambiente harmonioso. 

Hoje em dia há uma infinidade de materiais disponíveis, permitindo muitas combinações, que funcionam e deixam os espaços com um aspecto único.

O importante é escolher materiais que acrescentem beleza aos imóveis, ao mesmo tempo em que agradam aos moradores ou proprietários.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você também pode gostar