fbpx

Segredos para ter um hall de entrada mais bonito, sofisticado e funcional

Hoje em dia, mais do que nunca, sabemos a importância das zonas de recepção das residências. Chegamos à casa e, então, deixamos no hall todos aqueles pertences que não queremos carregar para os interiores. 

Além disso, esse ambiente também funciona como uma espécie de barreira visual para quem olha de fora e o anúncio de toda a decoração que está por vir – com direito a painéis requintados, jardim vertical e muito mais.

O texto a seguir vai ajudar você sobre o que pode ser feito para a montagem de um hall de entrada. Descubra como explorar melhor essa área de casa de modo que ela fique ainda mais bonita e funcional.

Arquiteto em Casa e Estúdio DC55
Estudio Vermelho Arquitetura

Boas utilizações para o hall de entrada

O hall de entrada é o primeiro ambiente que acessamos em uma casa e ele pode ter características que nos encantam. Muitas vezes não tem janelas, só algumas portas que permitem o visitante acessar o restante do imóvel. 

É como uma câmara que impede que o ar quente ou frio vindo da rua siga direto para os interiores. Nos países nórdicos até há uma porta separando este cômodo dos demais, fazendo-o de chapelaria.

Revista Viva Decora

No hall podemos deixar as nossas bolsas e mochilas, nossos casacos e echarpes, nossos chapéus e sapatos; também, carteiras e chaves para serem higienizadas. Mas quando o ambiente é demasiadamente grande seria um pecado não tentar aproveitar ainda mais a sua área. Neste caso, pode-se pensar em colocar no local uma mesinha para chá e poltronas ao redor, ou mesmo um piano de parede e estantes de livros. O que acha?

PPStudio Espaços Criativos e Camila Badaró

É preciso destacar que, de todo modo, jamais se deve bloquear a circulação no hall de entrada, não importando quais outras funções foram dadas a esse ambiente. Para começar, a porta de entrada precisa abrir até noventa graus. 

Na parede oposta pode-se ter um espelho, fazendo a área parecer maior. E, no trajeto para o próximo ambiente, ter pilastras com estátuas, cadeiras e até fontes, desde que não comprometam a passagem mínima.

Mauricio Karam e Studio Side Arquitetura

Hall de entrada improvisado para casa

Muitas plantas de casas não preveem um ambiente de recepção como o hall de entrada. Nesse caso, é provável abrir a porta de entrada da residência e já dar de cara com a sala. Não quer dizer, contudo, que não se possa simular a existência de um hall. 

É simples fazer isso. Basta apenas a criação de uma divisão espacial, que pode ser feita por uma simples marcação de piso e parede.

Em muitos projetos de decoração de interiores se prevê a instalação de algum tipo de barreira reservando certa área da sala para o novo hall. Esta barreira pode ser feita com um biombo, treliça vertical, jardim vertical ou painel de vidro jateado, por exemplo. 

Quando se entende que isso pode comprometer o visual da sala fazendo-a parecer menor, recorre-se aos itens mobiliários para separar as zonas funcionais – recepção, jantar e estar.

Revista Viva Decora
Revista Viva Decora

A iluminação também pode ter um grande impacto na criação desse novo hall de entrada ajudando a enfatizar tal efeito visual. 

Podem-se usar abajures, arandelas e luminárias de teto e de piso, além de spots e até fitas de LED, dependendo do caso – a proposta de decoração é que vai decidir. E essas luzes contribuem para destacar recantos especiais criados com a decoração, como um painel de mosaicos de pedra ou tábuas de madeira.

Revista Viva Decora

Layout, mobiliário e personalização de hall de entrada

O layout de um hall de entrada costuma ser bem simples. Por conta do espaço disponível, geralmente só a parede oposta ou ao lado da porta de entrada é que recebe algum mobiliário, como um aparador. 

Portanto, é importante saber explorar bem as outras superfícies com elementos como quadros, plantas e espelhos. No centro pode-se colocar um tapete e talvez uma mesinha redonda de função ornamental.

Combinam também com decoração de hall de entrada vasos de folhagens. Mas isso pode ser neutro demais. Na área do aparador, vale a pena ter itens mais coloridos como cestas, molduras e arranjos. 

Só não coloque nessa área da sua casa fotos de família e lembranças de viagens. deixe itens assim para zonas mais íntimas, como a sala da família e o dormitório. 

Quattrino Arquitetura e Bruno Cortina
Cristina Rocha Andrade e Revista Viva Decora

Já pensou em como vai ficar seu novo hall de entrada? Pare de imaginar, realize essa ideia!

Essas dicas de decoração para o hall de entrada foram criadas pela equipe Viva Decora.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.