Seu Imóvel

Imóvel inteligente: os impactos da tecnologia no conforto do seu lar

23/09/2019
imóvel inteligente

A tecnologia não para de nos surpreender. A cada temporada, novas tendências são lançadas com a finalidade de proporcionar mais conforto, praticidade e também segurança aos indivíduos. E uma dessas novidades diz respeito ao chamado imóvel inteligente. 

Basicamente, esse tipo de residência faz parte da revolução da Internet das Coisas (IoT, em inglês), que é responsável por integrar inúmeras ferramentas em nossa rotina — como os eletrodomésticos conectados em redes de comunicação e o sistema de iluminação automatizado. Ou seja, viver em um imóvel pautado por tal infraestrutura é um diferencial e tanto, principalmente entre aqueles que buscam alternativas modernas e capazes de facilitar as atividades do dia a dia. 

Pensando nisso, e para deixá-lo por dentro do assunto, trouxemos neste post todas as informações relevantes sobre imóveis inteligentes. Acompanhe a leitura, saiba mais e descubra como aproveitar esses benefícios!

Afinal, o que é uma casa inteligente?

Já imaginou poder abrir a porta de casa apenas usando a sua digital? Ou então, conseguir programar as luzes de cada cômodo para acenderem e apagarem na hora certa? A princípio até parece que estamos falando sobre praticidades dignas de filmes de ficção científica, não é?

Mas para quem não sabe, essas e tantas outras modernidades podem fazer parte do que chamamos de imóvel inteligente. Em resumo, esse tipo de residência é definido como um espaço que abriga diversos dispositivos devidamente conectados à internet. Geladeiras, televisores, sistemas de climatização e iluminação são alguns exemplos. 

No Brasil, essa solução está, aos poucos, chegando ao setor e se tornando mais conhecida entre os compradores. Já nos Estados Unidos, o conceito de casa inteligente é bem mais forte. Inclusive, uma rede de franquias de imóveis, a Coldwell Banker, resolveu padronizar esse termo, estipulando alguns critérios que devem ser seguidos para que um espaço seja, de fato, categorizado como “inteligente”. Segundo a empresa, é fundamental que o ambiente tenha, pelo menos, dois dos elementos a seguir: 

  • geladeiras, televisores ou qualquer outro eletrodoméstico conectado à internet; 
  • sistemas de alarme inteligentes; 
  • iluminação, climatização e irrigação automatizados.

Vale lembrar: ao investir nessa ideia você conseguirá ter mais conforto e praticidade no dia a dia, bem como economizar bastante e fazer com que o seu imóvel seja valorizado com o passar do tempo. O seu bolso agradece!

Como tornar o seu imóvel mais inteligente?

Agora que você entendeu o conceito de uma casa inteligente, a questão que fica é a seguinte: como aplicar essa tecnologia no seu imóvel para facilitar o seu dia a dia? Nesse caso, é possível começar investindo em aplicações simples, mas que já farão uma enorme diferença na sua rotina. Veja alguns exemplos a seguir!

Fechaduras biométricas 

Quando o assunto é imóvel inteligente, o primeiro — e mais acessível — equipamento que pode surgir na sua residência é a chamada fechadura biométrica. Aqui, o uso de chaves será dispensado, uma vez que basta encostar o dedo no sensor do aparelho para que a porta se abra. 

Para evitar problemas, o ideal é que todos os moradores tenham a sua digital cadastrada no sistema. Agora, se houver algum funcionário trabalhando na sua casa, há a possibilidade de configurar o seu acesso para dias específicos da semana. 

Alguém entrou sem a sua devida autorização no espaço? Quando isso acontecer, o sistema enviará, imediatamente, um alerta para o smartphone de todos os moradores informando que há um invasor no local. Mais praticidade e segurança que isso? Difícil!

Desligar e acionar aparelhos automaticamente 

Essa dica vai especialmente para quem deseja ter mais economia no fim do mês: o acionamento automático de aparelhos. Ao adotar essa estratégia, será possível instalar alguns sensores na casa que, por sua vez, ficarão responsáveis por controlar o desempenho de vários equipamentos., como a televisão ou o ar-condicionado. 

Feito isso, você poderá programar, por meio do smartphone, o horário que cada aparelho deverá desligar ou ligar, conforme as necessidades dos moradores. Acredite: com esse “truque”, no fim do mês será possível economizar bastante com a conta de energia elétrica. 

Luzes controladas pelo celular 

Outra maneira de tornar o seu imóvel inteligente é investindo na iluminação controlada pelo celular. Não tem segredo: com essa tecnologia, será possível aumentar ou diminuir a intensidade das luzes de qualquer cômodo por meio do seu smartphone. O melhor? Essa atividade pode ser realizada de forma remota, mesmo a quilômetros de distância da sua residência. Bem interessante!

Viu só? Conquistar um imóvel inteligente pode ser mais fácil do que parece. Essa tendência está chegando agora ao mercado brasileiro, mas alguns recursos já estão disponíveis para facilitar o seu dia a dia!

E se você gostou do post, aproveite o momento para compartilhá-lo nas suas redes sociais. Os seus contatos vão adorar conhecer essa novidade!

Você também pode gostar