fbpx
Lareiras

Lareiras: cuidados com isolamento térmico e instalação

A instalação de uma lareira requer cuidados especiais. Afinal, é preciso se preocupar com diversos aspectos como o isolamento térmico, que tem a importante função de proteger os ambientes e manter a temperatura estável.

No caso das lareiras, assim como de fornos ou churrasqueiras, o isolamento é essencial para a segurança dos usuários e também para a durabilidade do equipamento. 

Isso porque, o isolamento é responsável por garantir que a bancada ou parede que receberá a instalação não sofrerá alterações devido ao calor gerado no local. 

A falta de um isolamento, ou a ineficiência na instalação, pode causar até mesmo o derretimento de materiais e a ocorrência de incêndios, devido ao calor acumulado.

Nesse contexto, o isolamento térmico acaba sendo fundamental para a segurança das pessoas que frequentam os locais de instalação das lareiras. Por isso, saber como funciona e a melhor forma de instalar é tão importante.

O material isolante

Lareiras

Para saber exatamente qual o material isolante adequado para cada caso, é necessário entender a função que o isolamento terá.  

Certamente, o isolamento de uma lareira será diferente do utilizado para a fabricação de telhas sanduiche, embora o funcionamento seja semelhante.

A escolha do material depende da capacidade máxima de calor gerado pela lareira, até porque o isolamento varia de acordo com a necessidade. 

Assim, de uma maneira geral, é a qualidade dos materiais ao redor que irá guiar a escolha do material. 

Para se ter uma ideia, se a intenção é instalar a lareira acima de uma bancada de concreto, pode ser utilizado um material mais simples. 

Entretanto, se o entorno da lareira será revestido com marcenaria ou granito, o isolamento precisa ser mais forte. Por isso, é necessário atentar-se à resistência dos materiais ao calor.

De uma maneira geral, o isolamento costuma ser feito com mantas ou placas. Entretanto, cada material tem diferentes especificações.

Mantas isolantes

A manta é a opção mais adequada para situações que exigem maleabilidade, como é o caso de isolamento térmico para telhado, por exemplo. Ela pode ser dobrada e recortada para um encaixe eficiente.

Existem diferentes tipos de materiais, sendo que a escolha vai depender do calor emitido pelo equipamento:

  • De 50º C a 80º C: poliestireno expandido (isopor);
  • De 80º C a 100º C: poliuretano;
  • De 200º C a 550º C: lã de vidro;
  • 200º C a 750º C: lã de rocha;
  • Até 815º C: silicato de cálcio;
  • Até 1400º C: fibra cerâmica.

Pode-se dizer que a complexidade do material aumenta conforme o calor emitido pelo equipamento. Com relação às temperaturas que a lareira pode alcançar, é válido consultar o fabricante.

Placas isolantes

Ao contrário das mantas, as placas são superfícies rígidas. Elas são ideais para a instalação em locais retos e sem cantos arredondados e, por isso, também podem servir para alguns modelos de lareiras.

Os materiais mais comuns são vermiculita, poliestireno expandido, cortiça, celulose ou espumas de poliuretano e poliisocianurato.

Como fazer um bom isolamento para lareira?

Lareiras

Um dos maiores erros na instalação de uma lareira é tentar realizá-la sem uma orientação técnica. 

Assim como um projeto elétrico predial, trata-se de um serviço que demanda conhecimentos técnicos e experiência.

Por esse motivo, é necessário contratar um profissional especialista para indicar os materiais mais adequados e fazer uma instalação segura. O mesmo ocorre na manutenção, seja ela uma ação de rotina ou motivada por avarias.

Além disso, é necessário manter a atenção às indicações dos fabricantes, tanto da própria lareira quanto dos isolantes térmicos. 

Afinal, ignorar as especificações pode acarretar em sérios problemas para o equipamento e ambiente de instalação.

Outro erro é embutir a lareira sem espaço para dilatação. É preciso deixar uma folga entre isolamento e revestimento, isso porque a bolsa de ar também serve como proteção. Do contrário, o isolamento pode não funcionar ou causar acidentes.

O ideal é prever a instalação da lareira em projeto, desde o início da construção ou reforma, para que cada ação seja realizada no momento certo. 

Ao final, a limpeza pós obra revela a beleza e funcionalidade da instalação, pronta para aquecer os ambientes, com muito charme e estilo.

Cuidados com a segurança

Lareiras

No caso das lareiras a álcool, o principal cuidado é com relação ao manuseio dos materiais. Para isso, é preciso utilizar as hastes metálicas, pois é possível acender ou apagar o fogo com menos riscos. 

Já as lareiras a gás podem contar com controles remotos e sensores. Eles impedem a saída do combustível na ausência de fogo.

Muitas pessoas sonham em instalar lareiras em suas casas, com todo o conforto e elegância que elas acrescentam aos ambientes internos. 

Contudo, é necessário atentar-se para a segurança a todo momento: durante o uso e, principalmente, na instalação e manutenção, optando pelo isolamento adequado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.