Arquitetura e Design

Encontre o lustre perfeito para a sala de jantar do seu apartamento

23/01/2019

Imagine que um arquiteto vai planejar a iluminação de uma casa que ainda será construída sobre um terreno vazio.

É bem provável que nessa situação ele tenha mais liberdade de criar soluções que façam os interiores parecerem mais iluminados. Agora, e se um cliente lhe pedisse para criar um esquema de luz para uma sala de estar de apartamento já pronto, por exemplo?

Que tipo de resposta ele daria?

Bem, é diferente detalhar uma casa e um apartamento. Para cada caso deve-se fazer um planejamento luminotécnico diferente, que é o estudo da aplicação da iluminação em ambientes.

Mas, independentemente disso, há certos aparelhos e equipamentos que serão usados do mesmo modo nos dois casos. E, desse jeito, eles responderão bem a qualquer pré-requisito de projeto.

Só é preciso encontrar os modelos certos para atender ao gosto e à necessidades do cliente. Descubra como fazer isso em seu apartamento, agora!

 

Como iluminar adequadamente a sala do apartamento

Mesmo num ambiente comum, pode-se ter mais de um tipo de iluminação – isso diz respeito desde as lâmpadas a serem usadas até sua distribuição e posicionamento. O arquiteto pode criar esquemas com efeitos totalmente diversos.

Planejar para um só cômodo um sistema geral funcional e outro apenas decorativo, fornecendo focos de luz diretos e indiretos de acordo com a decoração e formando uma atmosfera mais teatral.

A iluminação ideal para cada setor da sala

Quanto a planejar uma sala de estar de apartamento, recomenda-se ao profissional fazer uma distribuição de pontos de luz para o setor do living e outro para o do jantar. No primeiro ponto, a iluminação deve ser suave e mista.

Diversas luminárias podem ser espalhadas delimitando o local e, ao mesmo tempo, diversificando as opções de layout. Pois é, justamente, esse jogo de claro e escuro que deve vir a valorizar os recantos do ambiente.

Agora, na área de refeições a iluminação precisa ser direta, bem acima da mesa – isso não é uma questão negociável! Claro que além desse ponto, pode haver outros secundários.

Mas, certamente, o fornecimento de luz principal virá da luminária instalada no centro do ambiente –  a qual é chamada de lustre. E o restante servindo apenas como complemento à decoração do ambiente.

Os locais no apartamento onde é indicada a instalação de lustres

Lustres ou pendentes podem ser instalados em vários pontos específicos de um apartamento. O mais comum é ver lustres colocados sobre as mesas de jantar.

Dependendo do pé-direito, também é possível ver lustres em tetos de varandas e halls de entrada. E com ainda mais frequência, lustres em dormitórios, tanto de adulto quanto de criança.

Aliás, os lustres podem ser protagonistas na decoração de um dormitório de apartamento. O arquiteto deve ser capaz de prever um ponto de iluminação central para o cômodo – e que possa servir para um lustre comum.

E também mais um conjunto de auxiliares – que seriam os pendentes, em substituição aos abajures laterais à cama. Claro que utilizar ou não um esquema como esse vai depender das atividades que serão exercidas no local.

Como calcular a iluminação da sala de jantar do apartamento

Existe um mito popular que diz que o ideal para qualquer ambiente seria ter “20 watts por metro quadrado” – isso para um pé-direito com aproximadamente 2,5 m de altura.

Se a mesa de jantar do apartamento tivesse uma proporção de 1m x 1 m, então se teria a medida de 20 watts ou entre 200 e 300 lux. Pode parecer um exagero, pois recomenda-se para ‘ambientes em geral’ 150 lux. E, nesse caso, o resultado da conta está quase correto!

De acordo com a Norma Brasileira, o ideal para uma sala de jantar é entre 100 – o mínimo – e 200 lux de luz geral; além de 300 e 750 lux de luz local, como aquela voltada para a mesa.

Mas o projetista precisa avaliar muitas questões diferentes até encontrar – dentro desses parâmetros – o valor ideal. Vai depender, inclusive, da idade dos moradores e a quantidade de luz necessária para que eles realizarem uma tarefa visual.

Sugestões de lustres para a sala de jantar de seu apartamento ficar linda

Nas lojas especializadas em materiais elétricos, é possível ver muitos modelos diferentes de luminárias. Parte delas tem o seu design, precisamente, voltado para o uso em salas de jantar.

Algumas fazem sentido combinadas com uma decoração de visual clássico, chique e requintado. Já outras ficam melhores com cenários modernos, despojados e joviais. Então, cabe ao projetista escolher o que for mais adequado ao projeto!

No primeiro caso, podem-se usar os candelabros ou plafons pendentes com cristais, que são extremamente belos, encantando a todos.

Porém, eles custam mais caro em comparação a outras luminárias e são mais difíceis de serem limpos. Em alternativa, tem os lustres envoltos com tecido de linho, madeira, vidro ou alumínio; e os rústicos decorativos envelhecidos em ferro.

Já no segundo caso, podem-se usar os pendentes modernos em poliestireno. Também as cúpulas de vidro com cristais no centro. As arandelas pendentes em estilo vintage industrial.

E os modelos irreverentes em inox, bronze ou outro material. Como exemplo, os aramados e também aqueles lustres tipo ‘filamento’, com hastes torcidas para todos os lados, tipo uma aranha gigante.

Com todas as informações que foram apresentadas, agora você já pode escolher o lustre perfeito para iluminar seu apartamento. Já decidiu por onde começar?

Estas dicas de iluminação de apartamentos foram criadas pelas equipe Viva Decora.

Você também pode gostar