Arquitetura e Design

Mármore e granito: conheças as diferenças e os usos mais indicados

17/09/2018

Mármore e granito estão entre as pedras mais utilizadas como revestimento de piso e paredes e em bancadas. Muito duráveis, essas pedras conferem sofisticação aos ambientes em que são aplicadas.

É comum, no entanto, que as duas sejam confundidas, e isso, além de uma diferença na aparência, pode fazer com que não se explorem as características de cada pedra de acordo com o seu uso.

Neste post, você vai saber mais sobre o mármore e o granito, entender as diferenças entre eles e ainda conhecer algumas aplicações dessas rochas. Acompanhe!

Diferenças entre mármore e granito

Mármore e granito não são tão semelhantes assim, principalmente por terem, em sua composição, minerais diferentes, que conferem a eles aspectos únicos de brilho e textura.

No entanto, muitas vezes, eles são confundidos por serem usados basicamente com a mesma finalidade. É importante, porém, saber quais são as suas peculiaridades, para que sejam utilizadas da melhor forma possível.

O mármore é uma rocha formada a partir do calcário (o mesmo que aparece no cimento e na cal), que, submetido a diferentes condições de temperatura e pressão, teve sua estrutura modificada.

Já o granito é formado por diferentes minerais, como o feldspato, o quartzo e a mica, sendo os dois últimos responsáveis por conferir certo brilho a ele.

Características e indicações de uso

As duas pedras decorativas apresentam diversos tipos, e os preços costumam variar. Porém, para escolher aquela que será a ideal para seu projeto, é importante avaliar outros aspectos além do preço, como a finalidade da peça no ambiente — bancada ou piso, por exemplo — e as características de cada uma delas, conforme mostraremos. Acompanhe:

Mármore

Essa rocha costuma ter um custo mais elevado que o do granito. Mas o valor mais alto não significa que a rocha seja mais resistente.

Pelo contrário, o mármore, por sua composição, pode ser mais sensível ao aparecimento de manchas e até a corrosões por produtos químicos, sendo indicado, assim, para usos mais específicos.

Por isso, o mármore é ideal para pisos e paredes em ambientes urbanos, bancadas de banheiros ou em outros recintos da casa que não demandem uso constante de produtos químicos ou agentes que possam marcar a pedra.

Em termos de aparência, essa rocha costuma ter tons mais claros e um padrão característico. Em geral, mármores claros e lisos são mais raros e, portanto, mais caros.

Granito

O granito, por outro lado, é bem mais resistente, sendo indicado para pisos e bancadas em geral, inclusive em locais mais expostos a sujeiras e produtos químicos, como pisos de banheiro, de ambientes externos ou bancadas de cozinhas.

A aparência do granito é granulada e, por vezes, dependendo de sua composição, apresenta pontos brilhantes. Ao contrário do mármore, quanto mais escura, mais cara é essa rocha; nesse caso, ela terá uma aparência mais uniforme, com leves pontos de brilho.

Acabamentos mais comuns

Por fim, existem acabamentos feitos na superfície das pedras, os quais podem aumentar a sua durabilidade. Veja alguns:

  • bruto: a rocha não passa por nenhum trabalho de acabamento, contando apenas com suas características naturais para se proteger de agentes externos;
  • flameado: um jato de fogo confere à pedra uma textura áspera, tornando-a ideal para pisos externos, por exemplo, por sua característica antiderrapante;
  • jateado: o jato de areia dá ao mármore ou granito uma aparência opaca;
  • polido: a pedra ganha um aspecto brilhante e liso, mas também fica muito escorregadia, sendo ideal usá-la em locais secos ou bancadas.
  • resinado: a aplicação de resina completa os poros que podem existir na pedra, dando um acabamento superior e também mais proteção contra manchas. Por resultar em uma peça muito lisa, também é preferível a utilização em superfícies secas, para reduzir o risco de escorregar.

As bordas das pedras que serão usadas em tampos e bancadas também podem ser cortadas de acordo com o gosto de quem vai adquiri-las, podendo ser mais arredondadas ou em linhas retas.

Seja qual for a sua escolha, mármore e granito são duas pedras decorativas que vão trazer nobreza e praticidade para seu apartamento.

Para saber mais opções de uso desses e outros revestimentos, leia nosso conteúdo sobre pisos e bancadas. É imperdível!

Você também pode gostar