fbpx
ART & DESIGN

Tapetes podem dar aquele toque único à decoração

13/12/2019
o-tapete-certo-para-a-decoracao

Na hora de ambientar uma casa é preciso estar atento a todos os detalhes. Isto porque cada elemento acrescido aos seus ambientes pode fazer toda diferença no resultado final da decoração. 

O uso de um simples tapete seria o exemplo perfeito do que se pode fazer para dar mais personalidade aos interiores de uma residência. É possível que eles sejam responsáveis pelo toque de cor, requinte e conforto que estes espaços tanto precisam.

Mas o que representam os tapetes na decoração de interiores? As principais funções não estéticas dos tapetes são a proteção do piso e proporcionar conforto térmico. Afinal, estas são peças importantes quando se deseja aquecer os ambientes. 

Mas claro, tapetes são peças muito bonitas que também são usadas para integrar ou delimitar espaços, orientar circulações, arrematar cenários, e mudar o astral de muitos recantos especiais dentro de casa. 

Saber escolher o tapete ideal para cada tipo de ambiente é uma tarefa importante que vai impactar na decoração da casa. 

Por sorte existem diversos tipos de tapetes, das mais variadas origens e tipos de confecção, dos artesanais aos industriais. Mas é preciso analisar bem o projeto de interiores para entender qual deve ser a escolha mais acertada.

O toque especial dos tapetes na decoração

Tapetes não devem ser avaliados apenas como um simples item de decoração, por sua beleza estética ou pelo conforto que podem proporcionar. A questão vai além, incluindo as ilusões de óticas e os efeitos sensoriais que podem criar.

Além disso, o tapete ideal precisa ter as proporções compatíveis com o espaço onde será posicionado. Ele deve deve seguir uma paleta de cores de modo a combinar ou contrastar harmoniosamente com os elementos ao redor – sobretudo o mobiliário. 

Seu colorido ou sua estampa devem transmitir a “mensagem” que o projetista e o proprietário do imóvel querem passar com a decoração de cada ambiente.

Um tapete pode ser o único elemento de ornamentação de um cômodo – como em uma circulação, sendo o guia das pessoas. Mas quase sempre fica sob vários elementos – geralmente centralizado no conjunto, fazendo parte de uma composição maior. 

O mais indicado é que esta peça não cubra por completo o revestimento do piso, mas que fique distante de forma adequada das paredes – assim, o resultado visual fica melhor.

“O tapete é como um quadro. Você não coloca várias gravuras na parede sem sentido. É melhor colocar a verdadeira obra de arte e bem localizada. O tapete é como um quadro que fica no chão. Tem um valor inestimável não só como decoração, mas como arte.” – designer Márcia Bergmann, em reportagem de Zap Imóveis.

Então, de acordo com o seu papel na decoração, o tapete pode articular certas questões com relação ao layout. 

Por exemplo, marcar uma área para as crianças brincarem no quarto. Ajudar a agrupar vários assentos na sala – entre eles, sofás, poltronas e pufes. Ou ressaltar cantos específicos e funcionais num ambiente, como um canto de leitura.

Dependendo de como um tapete é colocado num cômodo, ele pode ajudar a dar a sensação de que o espaço é mais amplo, longo ou estreito. Ele também pode dividir setores. É uma questão de acertar em sua cor, tamanho e formato. 

Para quartos e salas de estar os retangulares ficam perfeitos. Para áreas de refeições, com mesa de jantar redonda, um tapete redondo é o melhor. E para cozinhas compridas indica-se as passadeiras.

Como se pôde perceber, os tapetes influenciam de muitos modos positivos a decoração de interiores. Confira os exemplos de propostas de decoração que trouxemos e perceba como os tapetes foram utilizados com um objetivo específico em cada uma delas. Você vai achar ótimas inspirações para transformar a decoração de sua residência.

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Você também pode gostar

Leave a Comment